• JáPassei Educação

Como Desenvolver O Hábito Da Leitura



Não é necessário falar acerca de todos os benefícios trazidos pelo hábito de leitura, mas é importante fortalecer alguns, como o fato de ele aperfeiçoar a memória, aumentar o vocabulário e treinar a interpretação textual – tão exigida nos concursos públicos. Além disso, ler amplia o entendimento sobre as mais distintas áreas do saber e nos leva ao conhecimento de mundos de infindáveis épocas e civilizações.


Porém, mesmo conhecendo os benefícios, uma pesquisa recente do Instituto Pró-livro, realizada em 2018, verificou que 44% da população não possui hábito nenhum de leitura e 30% nunca comprou um livro. O percentual de leitores aumentou muito nos últimos tempos – principalmente pela acessibilidade dos livros, que hoje em dia nem precisam ser comprados, já que a internet disponibiliza um grande acervo de obras. No entanto, 44% ainda é um número muito alto de não-leitores para um país em constante desenvolvimento. Neste meio, muitas pessoas até tentam fazer algumas leituras, mas são dominadas, muitas vezes, pelo tédio, pelo cansaço, enfim.


Se você ou algum conhecido fazem parte deste grupo que não tem a leitura como um hábito ou desses que até tentam, mas acabam desistindo, aproveite e compartilhe o nosso post, pois nosso intuito é apresentar alguns mecanismos que possam fazer com que se crie um vinculo mais profundo com os livros.


  • Capítulo 1: Encontre uma história que o encante

É fato que realmente existem pessoas que não gostam mesmo de ler, mas outras somente não encontraram uma história que os tenha comovido. Para o treino e para a inserção do hábito de leitura, o ideal é optar por obras que tenham mais a ver com seus gostos pessoais. E vale de tudo: De textos bíblicos a histórias em quadrinhos! O importante é dar uma chance e tentar entender todas as mensagens que foram apresentadas nos textos. Caso não tenha um gênero favorito, opte pelos livros clássicos que são populares entre as pessoas de sua idade.


  • Capítulo 2: Vá aos pouquinhos

A introdução de qualquer novidade na nossa vida – principalmente aquelas que relutamos para começar - nunca precisa acontecer de uma hora para a outra. No primeiro dia de treino na academia, por exemplo, dificilmente alguém correrá na esteira por 15 minutos seguidos.


Então, não é um problema que precisemos de uma adaptação, até mesmo para a leitura. Tente começar com cinco páginas por dias e depois aumente até quanto lhe convir. A leitura pode ser pouca, mas é importante que seja de qualidade e totalmente entendida. Cinco páginas por dia, no final da semana, representarão 35 páginas, em duas semanas serão 70 páginas e em três semanas você provavelmente terminará o livro.


Lembre-se de que as cinco páginas serão sua meta e busque não falhar nenhum dos dias que se propôs a realizar a atividade.

  • Capítulo 3: Crie um momento específico

Veja se na sua casa ou onde trabalha há algum lugarzinho que lhe pareça confortável para alguns minutos de leitura. Não precisa ser nada demais, apenas um canto em que possa ter uma boa postura e possua uma luz confortável. Um café ou uma bebida de que goste pode criar um ambiente ainda mais chamativo para a atividade – coisa boa da vida é desenvolver prazeres que são apenas seus.


Há quem goste também de adicionar músicas aos momentos de leitura, como as clássicas, por exemplo, mas isso vai de cada um.


  • Capítulo 4: Envolva-se

O poeta Thoreau, referindo-se ao poder da leitura, sugeriu que: “Muitos homens iniciaram uma nova era na sua vida a partir da leitura de um livro”. E sim, a leitura muitas vezes é um remédio para a alma, que suscita novas ideias e esperanças, mudando toda a perspectiva de uma pessoa. É um hábito dos grandes, feito pelos grandes – que condensaram todos seus anos de sabedoria em um arquivo disponível para todos.


Envolva-se no que estiver lendo, imagine-se, crie possibilidades. Um dia você vai amar tanto uma história ou um personagem que terá problemas para desapegar, como se fosse alguém com quem convive diariamente. Não desista na primeira história, lembre-se da primeira dica.



  • Capítulo 5. É pai, mãe ou tem crianças em casa? Dê o exemplo.

Essa não é bem uma dica, é mais uma cobrança – mas, muitas vezes, cobranças também servem como incitação.


O estímulo à leitura não é papel só da escola. Se é em casa que a criança passa a maior parte do tempo, é de lá que ela tirará a maioria de seus hábitos. Ver os adultos da casa lendo cria uma visão mais concreta e estimula os pequenos a se interessarem por esse universo...


Os grandes desenvolvem o hábito, e os pequenos copiam, tornando-se pessoas com todas aquelas qualidades descritas na introdução do post.


E aí, qual seu próximo livro? Divida conosco suas leituras!


Bons estudos ;]

32 visualizações
© JáPassei - Cursos Preparatórios
  • Blog - JáPassei
  • Facebook - JáPassei
  • Instagram - JáPassei