© JáPassei - Cursos Preparatórios
  • Blog - JáPassei
  • Facebook - JáPassei
  • Instagram - JáPassei
  • JáPassei

Tudo Sobre o Concurso - Soldado 2ª Classe (PM/SP)

Atualizado: Fev 18

Olá, Concurseiros!


Se você tem o sonho de ingressar na Polícia Militar de São Paulo, o primeiro passo é ler detalhadamente o edital do concurso. Se você não estiver disposto a investir 30 minutos do seu tempo para ler um documento que contém todas as informações que precisa para ingressar como Soldado da PM, dificilmente conseguirá chegar ao seu objetivo.


O último edital, na íntegra, está disponível no Diário Oficial do Estado de São Paulo e você pode acessá-lo CLICANDO AQUI


Para te ajudar, selecionamos abaixo as principais informações que você precisa saber, retiradas diretamente do edital, além de sanar outras dúvidas comuns aos candidatos. Boa leitura!



ÚLTIMO EDITAL PUBLICADO:

PM-SP 2019 - 2º SEMESTRE: Concurso com 2.700 vagas para Soldado 2ª Classe


O segundo edital de 2019 do concurso da PM-SP foi publicado em um sábado, dia 03/08/2019. Ao todo, foram 2.700 (dois mil e setecentos) cargos de Soldado PM de 2ª Classe do Quadro de Praças de Polícia Militar (QPPM), destinados a candidatos do sexo masculino e feminino.


A remuneração básica inicial para o cargo de Soldado PM de 2ª Classe é de R$ 3.164,58, sendo que as parcelas que a compõem são: padrão no valor de R$ 1.226,03, Regime Especial de Trabalho Policial no valor de R$ 1.226,03 e insalubridade no valor de R$ 712,52.


O concurso foi organizado pela banca Fundação Vunesp e as provas realizadas no dia 24/11/2019 no período da tarde.


REQUISITOS


Para concorrer o cargo de Soldado PM de 2ª Classe é necessário que o candidato:


- Seja brasileiro;

- Tenha idade entre 17 (dezessete) e 30 (trinta) anos;

- Tenha estatura mínima, descalço e descoberto, de 155 cm, se mulher e 160 cm, se homem;

- Tenha concluído o ensino médio ou equivalente;

- Possua habilitação (CNH) entre as categorias “B” e “E”.


ATRIBUIÇÕES


O que faz um Policial Militar?


As atribuições do cargo de Soldado PM de 2ª Classe são: o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública, envolvendo a repressão imediata às infrações penais e administrativas e a aplicação da lei, nas diversas modalidades de policiamento, sempre primando pela defesa da vida, da integridade física e da dignidade da pessoa humana.


DAS ETAPAS DO CONCURSO


O concurso da PM-SP é composto por 6 FASES. Vamos conhecê-las?


1ª Exames de Conhecimentos:


A primeira fase do concurso PM-SP 2019 foi aplicada no dia 24/11/2019 no período da tarde, com duração máxima de 4 horas. Ela foi composta por uma prova objetiva com 60 questões e uma prova discursiva.


Atenção neste ponto, temos pequenas diferenças em relação ao certame anterior.

Prova Objetiva: Composta por 60 (sessenta) questões de múltipla escolha, sendo:


- Língua Portuguesa e Interpretação de Texto - 20 (vinte);

- Matemática - 15 (quinze);

- Conhecimentos Gerais - 15 (quinze);

- Noções Básicas de Informática - 5 (cinco);

- Noções de Administração Pública - 5 (cinco);


Prova Dissertativa: será composta de uma redação, na qual se espera que o candidato produza uma dissertação em prosa na norma-padrão da língua portuguesa, a partir da leitura de textos auxiliares, que servem como um referencial para ampliar os argumentos produzidos pelo próprio candidato. Ele deverá demonstrar domínio dos mecanismos de coesão e coerência textual, considerando a importância de apresentar um texto bem articulado.


CLIQUE AQUI PARA ACESSAR NOSSAS DICAS PARA ATINGIR NOTA MÁXIMA NA REDAÇÃO!


2ª Exames de Aptidão Física, de caráter eliminatório, visam avaliar o desempenho físico do candidato, que deverá obedecer aos padrões exigidos para o cargo.


São 04 exercícios, a pontuação é dada de acordo com a tabela-resumo abaixo:

3ª Exames de Saúde, de caráter eliminatório, os quais visam avaliar as condições de saúde do candidato;

Uma dúvida muito comum neste ponto, é: Tenho tatuagem, posso ingressar na polícia militar?

A resposta para essa pergunta é: DEPENDE da tatuagem.

Muitas pessoas acreditam que as tatuagens são proibidas na PM/SP. Isso ERA verdade até pouco tempo, quando o candidato não poderia ter tatuagens aparentes em qualquer uniforme, mas atualmente, conforme a decisão judicial da 10ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo, nos autos da Ação Civil Pública, Processo nº 1002705-96.2017.8.26.0053, o candidato pode ter a tatuagem visível no uso do uniforme da corporação, caso ela não infrinja os valores analisados pela PM.


São analisados alguns aspectos para que o candidato com tatuagem seja aprovado, dentre eles: a tatuagem não deve divulgar símbolo ou inscrição ofendendo valores e deveres éticos inerentes aos integrantes da Polícia Militar, ideologia terrorista ou extremista contrária às instituições democráticas ou que pregue a violência ou a criminalidade, discriminação ou preconceito de raça, credo, sexo ou origem, ideia ou ato libidinoso, ideia ou ato ofensivo aos direitos humanos. Ciente disto, o candidato pode ter tatuagem na Policia Militar. Agora voltando as etapas da seleção:


4ª Exames Psicológicos, de caráter eliminatório, visam identificar características de personalidade, aptidão, potencial e adequação do candidato ao perfil psicológico estabelecido para o cargo;


Avaliação da Conduta Social, da Reputação e da Idoneidade, de caráter eliminatório, visa à apreciação da conduta social, reputação e idoneidade do candidato, em sua vida pregressa e atual em todos os aspectos da vida em sociedade, quer seja social, moral, profissional, escolar, quanto à compatibilidade para o exercício do cargo;


Tudo bem, mas como de fato funciona essa investigação social na PM/SP?

Para chegar nesta etapa do concurso, o candidato já passou pelas provas objetivas, teste de aptidão física (TAF), exame médico e psicológico, então está a poucos passos de alcançar o seu objetivo. Para não desperdiçar essa oportunidade, é de grande importância não omitir nenhum dado relevante sobre sua vida.


Na investigação social será avaliada a conduta social do candidato desde os 12 anos de idade, seus familiares e amigos, com o intuito de obter informações à respeito do convívio do candidato com as demais pessoas. Nessa fase a sinceridade é fundamental, tudo deve ser explicado corretamente no preenchimento do formulário, além da entrega de documentos exigida que deve estar anexada.


Serão solicitadas informações pessoais, residenciais e sócio familiares. Além disso informações judiciais e policiais, profissionais, escolares, econômicas e de trânsito também são avaliadas.


Muitos candidatos acabam reprovando na IS por não preencherem corretamente o formulário. Esta é uma fase eliminatória, então é preciso ser transparente e responder as perguntas de forma simples e explicativa e não omitir nenhuma informação.



6ª Análise de Documentos, última fase e de caráter eliminatório, tem por finalidade analisar os documentos apresentados pelos candidatos para comprovação dos requisitos e condições para ingresso.

66 visualizações